Primary Location: 1 Dundas Street West. Toronto Ontario. L4B 289

Blog

  • Home  
  • Maximizar o...
post-image

Em nome da competição, concorrência leal e espírito desportivo, todos os atletas sejam eles profissionais, amadores ou recreativos devem a si próprios e aos seus adversários uma preparação adequada para os eventos competitivos em que participam. Uma preparação eficiente é feita a longo e curto prazo e garante que o rendimento desportivo, a segurança e saúde do atleta sejam preservados e optimizados. O propósito deste artigo, serve para orientar os atletas com peso e composição corporal ideal, praticantes de modalidades desportivas não dependentes de categorias de peso, para a implementação de técnicas específicas, nos dias que antecedem a competição.

Muitos atletas preocupam-se correctamente em aumentar a ingestão de hidratos de carbono no período que antecede o evento desportivo, porém, subestimam largamente as suas necessidades na escala do tempo e da quantidade alimentar ingerida. Estas necessidades variam conforme a modalidade e a duração do evento, mas o princípio, é sempre o mesmo; saturar as reservas de glicogénio e assegurar a disponibilidade energética. Uma tarefa que requer mais preparação, do que simplesmente, fortificar a última refeição antes do evento desportivo.

O principal aumento alimentar deve ser provido por hidratos de carbono. Dependendo da modalidade, as necessidades podem variar entre 8-12 g/kg/dia por 1 a 3 dias antes da prova e 1-4 g/kg para as 4 horas antes do início do evento desportivo conforme as recomendações da International Olympic Committee. Vejamos um atleta com 70 kg e necessidades energéticas diárias de aproximadamente 3000 kcal, uma ingestão calórica modesta. Considerando que, para um rendimento óptimo, a sua ingestão de hidratos de carbono por dia, deverá ser aproximadamente 55 % do valor calórico total, que seria equivalente a 412,5 g. Para as recomendações indicadas atrás, este atleta, deverá ingerir 560 a 840 g de hidratos de carbono, nos dias que antecedem a prova, mantendo essa ingestão para o dia do evento e certificando-se que, dentro das 4 horas antes do início do evento, ingere 70 a 280 g de hidratos de carbono. Quanto mais exigente e duradoura a prova, maior deverá ser esta ingestão.

Quem tem algumas luzes de nutrição, rapidamente percebe que se trata de muita comida. Para minimizar a dificuldade de toda a preparação é importante não variar drasticamente a qualidade alimentar praticada nestes dias, favorecendo alimentos que o nosso corpo está habituado a digerir e optar pelo consumo de hidratos de carbono de digestão fácil e rápida, como sumos, frutas, mel, compotas, bolachas e bolos secos, arroz branco, lacticínios açucarados, farinhas lácteas e outros alimentos açucarados, mais processados ou parcialmente hidrolisados, para atingir o total diário necessário. Em combinação com a prática alimentar, o treino também deverá ser ajustado em intensidade e volume, conforme a modalidade, sendo aconselhado o repouso total na véspera do evento.

Nas horas antes do evento desportivo, a escolha dos hidratos de carbono (complexos ou simples) deve ser considerada conforme o conforto gastrointestinal do indivíduo e o volume alimentar a ser consumido. Neste aspecto, é preciso ter atenção à incidência de hipoglicémias reactivas nos primeiros momentos de competição, dependendo da quantidade consumida, mas se acontecer, não deverá durar mais que breves minutos e rapidamente a glicémia estabilizará, se todo o processo for planeado e executado adequadamente. Em todos os casos, a situação ideal, é que esta preparação seja feita em conjunto com um nutricionista com experiência no desporto e com quem o atleta sinta que pode desenvolver uma boa relação profissional.


Referências:

Potgieter, S. (2013). Sport nutrition: A review of the latest guidelines for exercise and sport nutrition from the American College of Sport Nutrition, the International Olympic Committee and the International Society for Sports Nutrition. South African Journal of Clinical Nutrition, 26(1), pp.6-16.


Rui Ministro – Nutricionista

0

Comentários

O seu email não irá ser publicado. Campos obrigatórios *

Pode usar as seguintes tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>